Categoria "SAÚDE E BELEZA"

POR TRÁS DO APLAUSO

Era domingo, 05 de fevereiro de 2017… Meu celular tocou. Olhei no visor e eram 5 mensagens no Whatsapp de um prirmão (primo irmão) meu.
 
Dei aquela olhada rápida e vi que era um vídeo no Youtube com 18 minutos de duração. Deu uma preguiciiiinha de ver naquela hora. Deixei pra depois.
 
Hoje, dia 09 de fevereiro de 2017 resolvi assistir ao vídeo. E, para minha surpresa, é um vídeo que me descreve em cada segundo (com suas particularidades, claro!). Essa relação “Eu X Dança X Ego X Arte X Vaidade X Perfeccionismo“.
 
Tenho certeza que você também irá se identificar com esses 18 intensos minutos! Vale à pena!
 

 
Todos nós sabemos o quanto quem dança exige de si mesmo para alcançar a perfeição, mesmo sabendo que a perfeição não existe!
Tem ainda a questão do ego e da vaidade. É gostoso demais receber os aplausos ao final do espetáculo, de sermos reconhecidos enquanto andamos pelas ruas, de saber que nosso trabalho está tomando uma proporção gigantesca. Quem não gosta, não é mesmo?! Porém, não podemos deixar que nos suba à cabeça a ponto de sermos arrogantes!
 
É sempre bom tiramos um tempinho para nós mesmos e refletir sobre nossa vida. Ajustar algumas arestas. Planejar novas estratégias e replanejar as antigas. Arriscar!
Como a Flaira, do vídeo, que tal você se arriscar em uma nova atividade? Ou em outra modalidade de Dança? Fazer um caminho diferente para o seu trabalho/escola? Pensar mais positivo!!!
 
Mas se eu não tiver coragem
Pra enfrentar os meus defeitos
De que forma, de que jeito
Eu vou me curar de mim?

[Me Curar de Mim – Flaira Ferro]


E aí, curtiram? Deixe a sua opinião nos comentários!!! 😉








   VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE:

PAPO DE BAILARINOS: SUPORTE

Alô, alô, bailarinos de plantão!
Hoje vamos falar de uma peça de roupa que faz parte do figurino dos meninos que dançam: o bendito suporte!
 

 
É meio que uma questão de amor e ódio, né?! Tem aqueles que não se incomodam e tem aqueles (me arrisco a dizer que 99%) que detestam – e eu me incluo neste último grupo!
Mas, infelizmente, é um mal necessário e que faz toda a diferença na estética enquanto o bailarino está no palco.
 
Existem algumas marcas no mercado, mas praticamente só conseguimos encontrar nas cores preto, branco e bege. Existem ainda para crianças e adultos, claro!
Em relação ao tamanho, o ideal é você experimentar por cima da cueca para saber qual é o mais indicado para você.
Se a loja não permitir que você experimente, leve uma cueca e sobreponha uma peça sobre a outra (foto abaixo) para ter uma noção mais certeira.
 
Ok! Eu sei que é meio constrangedor, mas é melhor do que você usar um suporte grande ou pequeno demais, não é?! Além de já ser um negócio nada confortável por questões de “fio-dental”, imagina se estiver com o tamanho errado…


 
Mas, afinal, para que serve o tal suporte masculino?
Basicamente são dois motivos de existir este nosso não tão queridinho:
1) Com o suporte, é possível mostrar mais o físico (musculatura) para uma maior riqueza de detalhes nos movimentos, uma vez que ele não marca nos figurinos utilizados pelos homens, que normalmente são calças confeccionadas em malha; e
2) Como ele é feito com uma base reforçada na parte da frente, promove então maior conforto, principalmente nos saltos. Explico: quando utilizamos cueca e fazemos uma sequência de saltos, o pipi também “pula” e acaba saindo do lugar que estamos acostumados a acomodá-lo. Depois de um certo tempo acaba incomodando. Imagine você dançando um Ballet com, mais ou menos, 2 horas de duração!!!
 

Alguns dizem ainda que o suporte também faz com que a anatomia masculina (sendo bem claro: o pipi) não realce, devido à base reforçada na parte da frente. Desta forma, o público não se distrairia com isso e prestaria mais atenção aos movimentos. Vai saber, né?!

 

 
Lavando o suporte:
Para lavar, é bem simples… Eu, particularmente, gosto de lavar na mão mesmo. Passo um sabonete, dou uma esfregada e coloco para secar na sombra.
Porém, se você preferir colocar na máquina, meu conselho é você programar a máquina de lavar para roupas delicadas e ainda assim colocar o suporte dentro daqueles saquinhos próprios para lavar peças íntimas. Dessa forma, você também evita que pegue pelos!
Um dica: Use água fria. A água quente pode diminuir a vida útil do suporte.


Espero que tenham gostado!
Sentiu falta de alguma coisa? Deixe seu comentário que eu respondo! 😉








   VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE:

PAPO DE BAILARINOS: BARBA

Eu sei, meninos… eu também acho um saco fazer barba tooooda semana. Aliás, tenho que fazer, no mínimo, 2 vezes na semana, senão fica enorme!
 
Pensando em toda essa chatice e que a cada 10 homens, pelo menos, 9 reclamam, hoje resolvi escrever sobre esse “dilema” que é a barba.
 
Eu já quis por diversas vezes fazer a laser ou luz pulsada, etc etc… Mas me dá um desânimo quando penso no alto custo e, mais ainda, quando me lembro de que ainda assim tem que refazer de tempos em tempos. Claro, não chega aos pés de ter que fazer toda semana, maaaas…
 
Bom, o fato é que a barba também nos atrapalha quando vamos dançar, não é? A não ser que seja um personagem que precise de barba, eu gosto de tirá-la. E, para esconder aqueles pontinhos que aparecem quando estão começando a nascer, eu uso bastante base e pó, como se fosse um reboco mesmo! hahaha
 
Porém, há algum tempo, um amigo meu me deu uma dica maravilhosa e repasso sempre que posso:

 
Siiiim, isso mesmo que você leu! Use condicionador de cabelo para fazer a barba!!! Eu uso daqueles mais baratos que tem no mercado.
Além da lâmina deslizar muito mais facilmente (claro que também estamos falando de uma lâmina boa, né?!), não sei como mas os cortes somem com esse simples produto mágico! hahaha
E ainda deixa a pele lisinha como bumbum de neném!
 
 
Se eu fosse vocês, iria correndo testar!
Depois me contem o que acharam da dica aqui nos comentários! 😉
 


 

Ei, aproveitando… Você já conferiu a promoção que está rolando aqui no Blog Bolsa de Bailarinos?
Sortearemos dois pares de ingressos (para você e um acompanhante) para assistir ao filme “A BAILARINA” no cinema aí na sua cidade!
Confira CLICANDO AQUI!!!








   VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE:

EN DEHORS PODE INFLUENCIAR NA ALTURA DOS SALTOS

 
 

Não! Você não leu errado no título!

 
 
O en dehors (rotação externa de quadril) pode influenciar de forma negativa na altura dos saltos!
Isso foi o que mostrou a pesquisa de Mestrado realizada pela aluna da Educação Física na Unicamp, Mariana Diehl.

Para seu estudo, a mestranda fez diversas filmagens de bailarinas e então calculou os ângulos articulares do quadril, joelho e tornozelo. Tendo como base o “sauté“, o menor ângulo de flexão foi encontrado no quadril.
 
Por outro lado, os saltos que não utilizavam o en dehors, as bailarinas tiveram um maior ângulo de flexão do quadril. Daí surgiu a hipótese de que esse maior ângulo pode ter levado as bailarinas a saltarem mais alto.
 
Mas calma! Mariana deixou claro que não é possível afirmar que o en dehors é o único fator determinante na diferença de altura dos saltos. Para esta confirmação, seria necessário um estudo eletromiográfico.

eletromiografia

E ainda temos a questão de muitas danças (o Ballet Clássico, principalmente) utilizarem do en dehors há décadas e não conseguirmos alterar os padrões de uma vez por todas.
 
O que nós, bailarinos, devemos fazer é procurar outros meios de compensar essa “fragilidade” da rotação externa com treinos complementares, como pilates e musculação.
 
Inclusive, já até passei um exercício para melhorar o quadríceps. É só clicar aqui para ver.
 
Eu achei esse estudo maravilhoso e super pertinente. Tomara que tenham outros pesquisadores de Dança que também gostem deste tema e se aprofundem ainda mais. A Dança (e eu também) agradece! hahaha
 
Para você ler o estudo na íntegra, clique aqui!


E aí, o que acharam? =)








   VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE:

WISHLIST: HOMENS TAMBÉM TÊM

Sim! Decidi fazer uma wishlist com as roupas e acessórios do mundo da Dança que eu tenho vontade de ter.
 
Gente, como falei no post “Desabafo: artigos de Dança para homens“, é MUITO difícil encontrar algo específico para nós, meninos!
Então, escolhi algumas coisas que são unissex e também um macaquinho feminino, mas AMEI o tecido e acho que ficaria ótimo se fizessem um masculino.
 
Então vamos à lista!


WishList
 
1) Macacão de moletom com bolso – Coleção Thiago Soares – Balletto – R$ 591,00
2) Mochila em tecido jeansEvidence– R$ 199,92
3) Perneira colorida – Fleecys – US$ Sem estoque no momento
4) Macaquinho com listras – Petipá – R$ Solicitado e não informado
5) Cardigan “Boys dance too” – boysdancetoo. – US$ 34,00
6) Calça de moletom – Discount Dance – US$ 13,65
7) Jaqueta metalizada – Pade D – R$ 428,00


E aí, o que acharam?
Tem algo a mais na sua wishlist? Então me conta!!! hahaha








   VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE:

Página 1 de 3123