06 VERDADES SOBRE QUEM DANÇA (#4 E #6 SÃO AS MELHORES!)

Pois é, pessoal… Hoje vou revelar 06 fatos que todo mundo que Dança já passou (e ainda passa) algum dia na vida!
E aí, preparados para se identificarem? hahaha


1) Já fez “ponta de pé” para apontar alguma coisa, em vez de utilizar a mão!
Eu tenho essa mania! E achava que era o único até compartilhar com alguns amigos bailarinos. Na verdade, todos eles confirmaram que também fazem isso.
Ainda mais hoje em dia que o celular vive na mão. Então, melhor usar o pé mesmo, não é?! hahahaha
 
2) Meu pé é igual ao pé de um periquito. O da minha amiga (que é igual ao meu, na verdade) é MARAVILHOSO!
Sim, bailarinos nunca estão satisfeitos com seus pés.
Aquele ditado “a grama do vizinho é sempre mais verde” se aplica perfeitamente aos bailarinos: “O colo de pé do amigo é sempre mais bonito“!
 

 
3) “1, 2, 3 e já…” é substituído por “7, 8“!
Essa é clássica!!!
Assim que a gente entra numa escola de Dança, rapidamente o “1, 2, 3 e já…” é alterado para “7, 8“.
E não importa qual a ação: seja para correr, tirar uma foto ou até mesmo naquela hora que você vai ligar o chuveiro em um dia frio.
 
4) Não adianta, aquelas 7 piruetas só sairão quando ninguém estiver olhando!
Você pode ficar horas girando (e nenhuma pirueta sai bonita)… enquanto seu professor ou amigo não olhar para o lado oposto ao que você está, você não fará as 7 piruetas que você tanto quer!
Sabe a Lei de Murphy?!
 


 
5) Quando escuta qualquer música, automaticamente uma coreografia é criada na cabeça!
Não adianta… é mais forte que nós!
Não importa se a música é boa ou não, os passos serão criados automaticamente na sua cabeça.
E sabe o que é melhor? Muitas vezes não é só você que está dançando em suas coreografias… Você já imagina um grupo enorme de pessoas.
 

 
6) Não sabe tirar foto sem fazer pose de dança!
Quando alguém fala “Foto!” já corre logo para fazer o arabesque, penché, puxar a perna… É tão natural tirar fotos assim, né?!
Quando junta mais bailarinos então, as poses bailarinísticas são garantidas! hahaha
 


Com qual dessas verdades você se identificou? Todas?
Diga aí nos comentários! 😉








   VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE:

PRECISAMOS FALAR DE… PLÁGIO NA DANÇA

 
 
Sei que o assunto “Plágio” não é dos melhores para tratarmos aqui. Mas, infelizmente, também precisamos discutir assuntos que não são agradáveis, não é mesmo?!
 

 
Mais uma vez, visitando os blogs e instagrans de Dança, me deparo com um texto escrito por mim (e publicado aqui no Bolsa de Bailarinos) sem qualquer menção ao autor.
 
Sinceramente, acho MUITO legal saber que tem gente que admira meu trabalho. Acho MUITO legal também saber que tem gente que concorda com o que eu escrevo e, muitas vezes, “ele escreveu tudo que eu penso e não soube me expressar!“.
Além disso, eu também aprecio muitos outros blogs, como é o caso do “Eu, Bailarina“, o qual já falei aqui no Bolsa de Bailarinos algumas vezes e mantenho uma parceria super bacana.
 
Quem escreve, sabe o trabalho que dá estudar um assunto tão profundamente a ponto de podermos dar nossas opiniões baseados em evidências e não apenas em achismos. Principalmente quando estamos nos expondo na internet sabendo que nesta ótima ferramenta não existe “passado“. Basta dar uma breve pesquisada no Google e todas as informações estão lá, não importando quando elas foram escritas!
 
Assim como o plágio acontece com o que escrevemos, também acontece com coreografias, sabia?!
 
Pois é… Já participei de um Festival onde um grupo de Dança foi desclassificado por se apropriar de coreografias que não tinham sido criadas por/para eles.
É uma situação constrangedora e infringe todas as regras de Direito Autoral (a Lei pode ler lida na íntegra clicando aqui)!
 
Gente, não é vergonha de jeito nenhum você ler um texto, gostar e querer compartilhá-lo. Porém, deixe bem claro quem é o autor. Isso não fará de você menos inteligente. Mas mostrará que você foi educado e respeitoso com quem teve o trabalho de criar o texto. Além de não estar cometendo crime!
 
Agora, uma pergunta… Por um acaso você já viu algum professor de Dança remontar o Ballet Giselle e dizer que foi ele quem o criou?!
No máximo ele falará que foi ele quem fez a adaptação (o que é bem diferente de fazer a coreografia).
 
Então, por favor, se for usar algum texto meu ou de qualquer outra pessoa, site, blog, indique quem é o autor e de onde foi tirado! 😉
 
E finalizo deixando o Blog Bolsa de Bailarinos aberto para outras parcerias, criação de mais material autoral e compartilhamento de ideias e opiniões… 😀








   VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE:

SELEÇÃO – ESCOLA DE DANÇA DE SÃO PAULO

A Escola de Dança de São Paulo, ligada à Fundação Theatro Municipal (FTMSP) abriu as inscrições para seu exame de seleção.
 
Inscrições: De 10h00 de 17 de outubro até às 18h00 de 28 de outubro de 2016
Como: CLIQUE AQUI
Quando: A lista com as inscrições aceitas informando o dia e horário do exame será publicada no dia 10 de novembro de 2016 às 10h AQUI
Manual do Candidato: CLIQUE AQUI
Mais informações: (11) 4571-0482 ou escoladedanca@prefeitura.sp.gov.br
 

(via)

(via)


 
Sobre a Escola de Dança de São Paulo:
Criada em 1940 com o nome de Escola Municipal de Bailado, tinha como objetivo formar bailarinos amadores para suprir os bailados das grandes montagens que se apresentavam no Theatro Municipal e em outros teatros.
Em maio de 2011, a Escola Municipal de Bailados passou a se chamar Escola de Dança de São Paulo. Assim, inaugurou uma nova fase em sua história.
Atualmente atende mais de 1.000 alunos vinculados a uma proposta curricular ampla e especializada em dança.








   VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE:

SELEÇÃO – ESCOLA ESTADUAL DE DANÇA MARIA OLENEWA

A Escola Estadual de Dança Maria Olenewa (EEDMO) acabou de abrir as inscrições para seu exame de seleção.
 
Inscrições: De 17 a 31 de outubro de 2016, sendo de segunda à sexta, das 9h às 17h
Como: Pessoalmente na secretaria da Escola
Para: Bailarinxs entre 08 e 21 anos
Quando: Após a inscrição, será informado o dia da prova, de acordo com a idade e nível
Documentos Necessários:
– 2 fotos 3×4;
– Certidão de Nascimento;
– Atestado Médico;
– Atestado de Escolaridade;
– Comprovante de Residência (fotocópia)
Taxa de Inscrição: R$ 50,00
Mais informações: (21) 2332-9129
 

(via)

(via)


 
Sobre a Escola Estadual de Dança Maria Olenewa:
A Escola Estadual de Dança Maria Olenewa pertence à Fundação Teatro Municipal do Rio de Janeiro e seus alunos tem a oportunidade de participar das temporadas oficiais do Corpo de Baile, além de se apresentarem nos espetáculos anuais, em um dos principais Teatros do país.
Em 2016, a Escola Estadual de Dança Maria Olenewa completou 89 anos de fundação. Criada pela bailarina Maria Olenewa, é a primeira e uma das principais escolas de dança do país. Ao longo destes anos foi responsável pela formação de grandes nomes do ballet brasileiro que atuam no Brasil e no exterior.








   VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE:

CAMPANHAS DE MARKETING INSPIRADAS NA DANÇA

Que todos os bailarinos inspiram positivamente alguém a alguma coisa, não é novidade! hahaha
 
Dessa vez eu trouxe algumas campanhas publicitárias (deixo claro que não estou recebendo nada de nenhuma delas!) que também não deixaram a Dança de fora na hora da sua elaboração.
 
Vamos conferir!?
 


 
A primeira é uma Campanha de Marketing feita pelo O Boticário. Inspirada na “leveza das bailarinas e a força das grandes cidades“, a marca surpreendeu em sua nova coleção Make B. Urban Ballet. Houve inovação inclusive nos próprios formatos dos cosméticos, como é o caso do batom ser uma sapatilha de ponta.
 

 


 
Essa propaganda me deixou muito feliz!!! Primeiro por ser um tema “feminino” (bem entre aspas mesmo) e segundo por terem escolhido um bailarino de Dança Afro! 😀
A Campanha de Marketing dessa vez é da Depyl Action. Eles estão divulgando a depilação masculina e se inspiraram nos bailarinos.
 

 


 
Essa propaganda ganhou destaque no mundo inteiro. Protagonizada pelos bailarinos da Korea National Ballet, a Levis expôs sua coleção de jeans stretch. É um comercial grande (quase 4 minutos) cheio de piruetas e saltos, dançado pelas ruas de Seoul.
 

 


 
Mais um comercial que também ganhou grande repercussão mundial, a Pantene mexeu com a emoção dos telespectadores trazendo a história de perseverança e determinação de uma menina praticante de Ginástica Rítmica. A propaganda mostra que, apesar de toda rivalidade, devemos sempre lutar pelos nossos sonhos.
 

 


 
A Listerine também usou a Dança como forma de inspiração. Toda leveza de uma bailarina comparada a leveza do produto. Ao mesmo tempo, toda a força que é necessária na Dança e no enxaguante bucal.
 

 


 
A Citroën convidou os jogadores do Arsenal para dançarem Ballet Clássico com as bailarinas do English National Ballet. Com o conceito “Refinado, Redefinido“, não haveria melhor forma de demonstrar com a Dança, não é mesmo?!
 

 


 
E aí, o que acharam?
Têm mais alguma Campanha de Marketing inspirada na Dança que vocês conhecem e eu não coloquei aqui? Deixe indicações nos comentários! 😀








   VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE:

Página 4 de 141 ...12345678... 14Próximo