PAPO DE BAILARINOS: SUPORTE

Alô, alô, bailarinos de plantão!
Hoje vamos falar de uma peça de roupa que faz parte do figurino dos meninos que dançam: o bendito suporte!
 

 
É meio que uma questão de amor e ódio, né?! Tem aqueles que não se incomodam e tem aqueles (me arrisco a dizer que 99%) que detestam – e eu me incluo neste último grupo!
Mas, infelizmente, é um mal necessário e que faz toda a diferença na estética enquanto o bailarino está no palco.
 
Existem algumas marcas no mercado, mas praticamente só conseguimos encontrar nas cores preto, branco e bege. Existem ainda para crianças e adultos, claro!
Em relação ao tamanho, o ideal é você experimentar por cima da cueca para saber qual é o mais indicado para você.
Se a loja não permitir que você experimente, leve uma cueca e sobreponha uma peça sobre a outra (foto abaixo) para ter uma noção mais certeira.
 
Ok! Eu sei que é meio constrangedor, mas é melhor do que você usar um suporte grande ou pequeno demais, não é?! Além de já ser um negócio nada confortável por questões de “fio-dental”, imagina se estiver com o tamanho errado…


 
Mas, afinal, para que serve o tal suporte masculino?
Basicamente são dois motivos de existir este nosso não tão queridinho:
1) Com o suporte, é possível mostrar mais o físico (musculatura) para uma maior riqueza de detalhes nos movimentos, uma vez que ele não marca nos figurinos utilizados pelos homens, que normalmente são calças confeccionadas em malha; e
2) Como ele é feito com uma base reforçada na parte da frente, promove então maior conforto, principalmente nos saltos. Explico: quando utilizamos cueca e fazemos uma sequência de saltos, o pipi também “pula” e acaba saindo do lugar que estamos acostumados a acomodá-lo. Depois de um certo tempo acaba incomodando. Imagine você dançando um Ballet com, mais ou menos, 2 horas de duração!!!
 

Alguns dizem ainda que o suporte também faz com que a anatomia masculina (sendo bem claro: o pipi) não realce, devido à base reforçada na parte da frente. Desta forma, o público não se distrairia com isso e prestaria mais atenção aos movimentos. Vai saber, né?!

 

 
Lavando o suporte:
Para lavar, é bem simples… Eu, particularmente, gosto de lavar na mão mesmo. Passo um sabonete, dou uma esfregada e coloco para secar na sombra.
Porém, se você preferir colocar na máquina, meu conselho é você programar a máquina de lavar para roupas delicadas e ainda assim colocar o suporte dentro daqueles saquinhos próprios para lavar peças íntimas. Dessa forma, você também evita que pegue pelos!
Um dica: Use água fria. A água quente pode diminuir a vida útil do suporte.


Espero que tenham gostado!
Sentiu falta de alguma coisa? Deixe seu comentário que eu respondo! 😉








   VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE: